terça-feira, 4 de outubro de 2016

DIVISÃO ANGIOSPERMAS - PLANTAS COM FLORES E FRUTOS

 ANGIOSPERMAE
OU
 MAGNOLIOPHYTA 
OU 
ANTHOPHYTA

As ANGIOSPERMAE ou angiospermas (do grego:  γγος = ângios= urna, vaso + σπέρμα = sperma: semente,  em referências a suas sementes estarem dentro de uma estrutura fechada (o ovário da flor).  São plantas ESPERMATÓFITAS (FANERÓGAMAS) cujas sementes são protegidas por uma estrutura denominada fruto que é o OVÁRIO fecundado e desenvolvido.
Também são conhecidas por MAGNOLIOFITAS ou ANTHOFITAS.  Constituem o maior, mais bem sucedido e o grupo mais derivado de plantas a surgir em nosso planeta. 
As angiospermas distinguem-se das gimnospermas por algumas sinapomorfias (características derivadas) como:

1) FLORES (conjunto de folhas modificadas com função reprodutivas, protetivas e como atração de polinizadores)
2) ENDOSPERMA SECUNDÁRIO (originado da fecundação dos núcleos polares, por um dos anterozóides = núcleos espermáticos formando um tecido triplóide)
3) FRUTO originado do desenvolvimento da parede do ovário depois de fecundado. 

SINAPOMORFIAS DAS ANGIOSPERMAS
FLOR
ENDOSPERMA SECUNDÁRIO
FRUTO
(Fonte da figura: modificado do Google imagens)

ESQUEMA DE UMA FLOR MOSTRANDO SUAS PARTES 

CONJUNTO DE PÉTALAS FORMA A COROLA DA FLOR
FUNÇÃO:
1) PROTEÇÃO DAS ESTRUTURAS REPRODUTIVAS INTERNAS DA FLOR
2) ATRAÇÃO DE POLINIZADORES

CONJUNTO DE SÉPALAS FORMA O CÁLICE DA FLOR
FUNÇÃO:
PROTEÇÃO DA FLOR QUANDO AINDA JOVEM (BOTÃO) 

ANTERA, CONETIVO E FILETE FORMA O ESTAME. AO CONJUNTO DOS ESTAMES CHAMAMOS ANDROCEU (ÓRGÃO REPRODUTIVO MASCULINO DA FLOR). 
FUNÇÃO: PRODUÇÃO DE GRÃOS DE PÓLEN

ESTIMA, ESTILETE E OVÁRIO FORMA O CARPELO DA FLOR. AO CONJUNTO DE CARPELOS CHAMAMOS DE GINECEU (ÓRGÃO REPRODUTIVO FEMININO DA FLOR).
FUNÇÃO: PRODUÇÃO DE ÓVULOS.

                 

DUAS GRANDES CLASSES DE ANGIOSPERMAS:
DICOTILEDÔNEAS E MONOCOTILEDÔNEAS
 DESTINO DO GRÃO DE PÓLEN E DA OOSFERA NAS ANGIOSPERMAS

(fonte da figura CAMPBEL, N. Biologia, PoA, ARTMED, 2010)
 REPRODUÇÃO DAS ANGIOSPERMAS

ANGIOSPERMAS IMPORTANTES EM NOSSAS VIDAS



















0 comentários:

Postar um comentário